Como ter um bar mais sustentável?

Numa altura em que se fala muito em alterações climáticas, ter um bar mais sustentável no seu espaço passou a ser quase uma obrigatoriedade. Todos nós podemos mudar os nossos hábitos, se os maus hábitos trouxerem prejuízos no futuro.

A sustentabilidade em hotelaria pode ser feita com pequenas acções. Que além de serem ecologicamente melhores, podem ajudar na saúde financeira da empresa.

Desde a compra de produtos biológicos, ao uso de energias “eco-friendly” e à separação adequada dos resíduos, são muitas as formas de garantir a sustentabilidade no seu espaço.

A sustentabilidade parte das pessoas, não pense que vai ser mais sustentável, se compra produtos biológicos e não faz a separação correcta do lixo. A sustentabilidade é uma questão educacional e muito fácil de fazer.

Como podemos ser mais sustentáveis?

Reaproveitamento de produto:

Todos os anos são desperdiçados milhões de toneladas de alimentos só em Portugal, os números mundiais são absurdos. Estes números dariam para alimentar milhares de milhões de pessoas a passar fome em todo o Mundo.

É possível o aproveitamento quase a 100% dos alimentos, Cascas e talos de frutas e legumes, podem ser utilizados para gomas, compotas, molhos e licores caseiros. Seja criativo e cooperante. Se o seu negócio tem cozinha, a parceria com o bar é importante para um menor desperdício de comida, utilizando, por exemplo, frutas excedentes da cozinha para sumos.

Gestão de stocks:

Além da sustentabilidade, a questão financeira também se coloca quando falamos em gestão de stocks. Aqui a sazonalidade do menu é uma opção, utilize frescos da época.

Quanto ao armazenamento, tem de ser adequado ao produto, tendo atenção a temperatura e validade. Não se esqueça “FIRST IN, FIRST OUT”.

Fornecedores:

Fornecedores locais são a melhor opção. Além de fortalecer o pequeno produtor e economia regional, diminui as emissões de CO2 ao limitar a deslocação das mercadorias. Na hora de escolher um fornecedor escolha os “amigos do ambiente”, com uma produção cuidada livre de pesticidas e aditivos desnecessários.

Resíduos:

Uma separação adequada dos resíduos é muito importante, além da habitual separação do vidro, papel e plástico, é importante a separação de todo o material orgânico para produção de compostagem. Se esse material não for para uso pessoal, geralmente os municípios e juntas de freguesia fazem essa recolha.

Economize água e luz:

Algo muito simples mas difícil de gerir junto dos colaboradores.

Aproveite ao máximo a iluminação natural e diminua o tempo de todas as lavagens.

Pode utilizar painéis de energia solar e dispositivos automáticos de economia para torneiras e lâmpadas.

Além de sustentabilidade ambiental, estas medidas ajudam na sustentabilidade financeira.

Sejam ecologicamente activos. Respeitem o planeta em que vivem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *